SEMINÁRIO

SEMINÁRIO INTRODUTÓRIO SOBRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA 

No ano de 2022 percorreremos os seguintes temas:  

Inconsciente

Repetição

Transferência

Pulsão

Aprender a ler como condição de autoria

Constituição subjetiva e as estruturas clínicas

A histeria de Dora e a construção de um caso clínico

A neurose obsessiva na atualidade

Perversão

Psicose: uma discussão do caso Schreber    

Ministrantes:

Cátia Toledo Mendonça

Claudia Cristina Dadalt

Cyntia Dionysio

Denise C. Cini

Jandyra Kondera

Julia Schlemm

Luiz Renato M. Braga

Nilma C. S. Bittencourt

Rozana Mazetto Vitor Sella  

Início: 09/03/2022

Horário: 20h às 21h30

Frequência: semanalmente às quartas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:  

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação: R$100,00

Membros da BFC: isentos

 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

GRUPOS DE TRABALHO

PSICANÁLISE E LITERATURA

   

       Em "O infamiliar" ( edição da Autêntica), Freud parte do conto de Hoffmann, “O homem de areia", para abordar a questão do estranho-familiar. Da mesma forma, Lucia Serrano Pereira parte da leitura de "D. Casmurro" para retomar o conceito de estranho, a partir da relação psicanálise e  literatura,  "relação esta que não  parece querer ilustrar a teoria psicanalítica  com um exemplo literário,  mas sim construir o caminho a partir do que o escrito traz como saber 'que já  está  aí'."(Pereira , 2004).           Esse será o caminho que percorreremos no grupo Psicanálise e Literatura.

Início: 14/03/2022

Horário: 10h às 11h30

Frequência: quinzenalmente às segundas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:  

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Cátia Toledo

 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

TOPOLOGIA LACANIANA

        Em 2022 trabalharemos com a Topologia dos Nós no percurso de Lacan do Seminário 19 “Ou pior” ao Seminário 23 

“O Sinthoma”.             

     Supomos que a compreensão teórica de Lacan impõe-se-nos acompanhá-lo com a estrutura, a topologia e a lógica-matemática que extrai de Freud, da experiência e da clínica para o discurso da Psicanálise.             

     Com o emprego dos Nós Borromeanos a oportunidade de reconsiderar os registros Real, Simbólico e Imaginário e as noções de; planeamento e escrita, lógica como ciência do real e dizer verdadeiro, falha e suplência, consistência, buraco e

ex-sistência, reta e abertura ao infinito entre outras.             

Trabalharemos também noções básicas da topologia geral e de superfície: o Toro, a Banda de Moebius, o Cross-cap, o Grupo (ou a garrafa) de Klein.             

       Com Lacan faremos a leitura de “O aturdido”, acompanhando com “Ensaios sobre a topologia lacaniana” de Darmon e

“Guia topológico para o aturdido” de Chapuis.

 

Início: 07/02/2022

Horário: 14h às 16h

Frequência: semanalmente às segundas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Vitor Sella

 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

 

O PSICANALISTA E SEU ATO

"...a função do ato, é à medida que esse fazer psicanalítico implica profundamente o sujeito"- J. Lacan- 15/11/67         

      A presença do analista é sustentada no discurso analítico, que propicia seu ato. Através do ato psicanalítico, o psicanalista lê as marcas do gozo do Outro para que o analisante, como sujeito desejante, desaliene-se.         

      Em 2022, seguiremos a trabalhar alguns conceitos formalizados por Lacan, articulando-os a exemplos clínicos.  Além disso, alguns encontros serão dedicados às aulas do seminário de Lacan sobre o ato psicanalítico. Seminário que trata de dizer sobre o que é uma análise e como um analisante se torna psicanalista.

Início: 07/03/2022

Horário: 19h às 20h30

Frequência: semanalmente às segundas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Denise C. Cini

 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

O QUE ESCUTA UM PSICANALISTA? O MANEJO DA CLÍNICA PSICANALÍTICA

 

       De acordo com Silvia Amigo (2001), o manejo do analista tem por fim estabelecer a montagem da cena analítica, isto é, viabilizar a transferência para que o analisante, colocando o analista no lugar de sujeito suposto saber, possa mostrar sua divisão desejante e produzir um saber sobre sua própria história, uma narrativa. Assim poderá se interrogar sobre sua participação naquilo de que se queixa. E no que se fundamentam estes manejos do analista? Sua escuta. Entendemos que escutamos nossos pacientes através de um modelo específico de homem e psiquismo proposto pela psicanálise.             

      Através de trabalhos teóricos e casos clínicos, demonstraremos esse modelo e os elementos nos quais principalmente Freud, Lacan e seus seguidores se basearam para estabelecê-lo, o que nos permitirá pensar o manejo da prática clínica psicanalítica na atualidade.             

     Neste ano trabalharemos dois casos clínicos, publicados por autores da psicanálise, buscando através de análises e debates sobre os mesmos verificar que possibilidades diagnósticas encontramos nas letras publicadas pelos mesmos. Daremos ênfase na diferenciação de fenômenos sintomáticos e diagnósticos de estrutura. Alcançaremos esse objetivo pela escuta e manejo da transferência em análise.

Início: 08/02/2022

Horário: 10h às 11h30

Frequência: semanalmente às terças-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Fábio Dias e Julia J. Schlemm

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

ESPAÇO PSICANÁLISE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A CONSTITUIÇÃO DA SEXUALIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA

 

        Percorrido os tempos da instalação da lei simbólica e seus efeitos no sujeito, seguiremos 2022 com técnica psicanalítica na clínica de bebês, crianças e adolescentes.         

         A estruturação psíquica, seus possíveis entraves e sintomas que se deflagram precocemente na infância.         

Como base, contaremos com os livros da psicanalista Alba Flesler, "Psicanálise de crianças e o lugar dos pais" e "A Criança em Análise e as Intervenções do Analista", entrelaçados com a leitura de textos contidos nos seminários VII e Vlll de Lacan, bem como trabalhos e pesquisas apresentadas no último Seminário Internacional Transdisciplinar sobre bebê - Paris 2021.

 

Interessados agendar entrevista

 

Início:08/02/2022

Horário: 14h às 15h30

Frequência: semanalmente às terças-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação: R$100,00

Membros BFC: isentos

Coordenação: Cyntia Dionysio 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

QUANDO A RELAÇÃO DO BEBÊ COM O OUTRO FRACASSA:

E ARTICULAÇÕES DE TRATAMENTOS NO(S) AUTISMO(S).

 

     A partir da leitura de autores contemporâneos como Marie-Christine Laznik, Julieta Jerusalinsky, Inês Catão, Alfredo Jerusalinsky, entre outros, iremos retomar o caminho da constituição subjetiva do bebê delineado desde os pressupostos teóricos de Freud até Lacan, e discutir, o que pode falhar neste percurso sob o olhar da psicanálise, resultando em uma síndrome autística? De que modo a criança se insere em uma linguagem? Como trabalhar a clínica com este sujeito advir?                 Discutiremos a clínica na atualidade, a multidisciplinaridade necessária pensando nas pluralidades autisticas, a detecção de risco psíquico, as intervenções oportunas e o tratamento conjunto mãe-bebê.

Início: 08/03/2022

Horário: 18h30 às 20h

Frequência: semanalmente às terças-feiras

Inscrição: R$80,00 

Mensalidades: 

Profissionais: R$130,00 

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$ 100,00 

Coordenação: Francisca F. R. Silva 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

 

R.S.I.

         Lacan afirma que ao se deparar com o nó borromeano teve imediatamente a certeza de que aquilo era algo precioso para ele, reconheceu nele algo que enunciara desde o início de seu ensino. “Portanto esses nós borromeanos me vieram como anel ao dedo e desde logo soube que isso tinha uma relação que punha o Simbólico, o Imaginário e o Real em uma certa posição, uns em relação aos outros, cujo nó me incitava a enunciar algo que como já disse, os homogeneizava” (sem. 22).             

       Confiando nas palavras dele e não recuando frente ao desafio desse último tempo de seu ensino, que nos exige muito esforço e dedicação, nos propomos a avançar no seminário 22 “R.S.I.” rumo ao seminário 23 “O Sinthoma”.             

        Nos quatro primeiros encontros, tanto de terça-feira como de quarta-feira, os coordenadores farão uma apresentação do que estudamos no ano de 2021.

Início: 01/02/2022 e 02/02/2022

Horário: terça-feira: 20h às 21h30 ou quarta-feira: 14h às 15h30

 

Os participantes, ao se inscreverem escolhem o horário que participarão

Frequência: semanal

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Maria Angelica Carreras, Paula Salomão Brock e Vitor Sella 

 

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

ESTRUTURAS OU TIPOS CLÍNICOS

O DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL EM PSICANÁLISE

       Depois de um percorrido ao longo de 2021 sobre o conceito de estrutura em Lacan, que nos serviu de base para avançarmos na questão levantada pela psicanalista Clara Cruglak na Reunião Lacanoamericana de 2013 onde nos convida a buscarmos nos escritos e seminários de Lacan, o termo “estruturas clínicas”, considerado por ela um sintagma e propõe a utilização do termo “tipos clínicos” como formas de inscrição da falta que compromete a singularidade do gozo com a qual foi cunhada a inscrição.             

       Em seu livro: Clínica da Identificação, que continuaremos a trabalhar em 2022, introduz a seguinte pergunta que comparece na nossa trajetória como questão: “do que dependeria para um sujeito, frente à irrupção do Real, às contingências dramáticas da vida, produzir um sintoma, uma criação, um delírio, uma anorexia, uma adição, uma lesão ou outra manifestação no corpo?” Indagação que convoca a nos debruçarmos sobre a escrita nodal e como os registros do Real, do Simbólico e do Imaginário são constituídos a partir da série de identificações.

 

Início: 03/02/2022

Horário: 16h às 17h30

Frequência: semanalmente às quintas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$ 100,00

Coordenação: Nilma C. S. Bittencourt

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

LEITURA E COMENTÁRIO DO SEMINÁRIO 3 DE LACAN: AS PSICOSES

 

            Abro esta proposta com as palavras escritas por Lacan ao iniciar o Seminário 3, As Psicoses:             

      “Neste ano, começa a questão das Psicoses. Digo a Questão, porque não se pode sem mais nem menos falar do tratamento das psicoses”. (Lacan,1955/56 –1988, p.11).             

          O objetivo de Lacan está assim colocado: partir da noção freudiana das psicoses, introduzir noções desenvolvidas nos anos anteriores e tratar os problemas clínicos e nosograficos acerca dos quais, diz Lacan, “me parece que todo o benefício que análise pode produzir não tinha sido completamente evidenciado. Problemas de tratamento também, nos quais nosso trabalho deste ano deverá desembocar – é nosso ponto de mira” (idem, p.11).             

           Nesse sentido, proponho acompanhar Lacan e atualizar Lacan por Lacan mesmo, no   percurso de leitura e comentário do Seminário 3 As Psicoses.

 

Início: 10/02/2022

Horário: 14h às 15h30

Frequência: semanalmente às quintas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação: R$100,00

Coordenação: Coordenação: Rozana Mazetto

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

A DIREÇÃO DO TRATAMENTO E OS PRINCÍPIOS DO SEU PODER

        Em 1958 a convite da Sociedade francesa de Psicanálise Jacques Lacan participa do colóquio de Royaumont entre 10 e 13 de julho.             

        Desta participação resulta um relatório cuja o título acima orienta sua temática.   Nele, Lacan aponta a sua concepção do tratamento dirigido por um analista ao mesmo tempo que expõe suas discordâncias e críticas à condução da análise por aqueles que ocupavam a IPA.             

     Apontando para a responsabilidade do analista na direção  do tratamento é explícito ao afirmar “O analista dirige o tratamento, não o paciente”, situando consequentemente a resistência que realmente importa no lado deste. Dividido em cinco grandes tópicos, a saber:             

        Quem analisa hoje?             

        Qual o lugar da interpretação?             

        Em que ponto estamos com a transferência?             

        Como agir com seu ser             

        É preciso tomar o desejo ao pé da letra             

        Este escrito é de fundamental importância para compreendermos, dentre outras coisas, a saída de Lacan da IPA em 1963 e a retomada dos Fundamentos da Psicanálise realizada por ele em seu seminário homônimo em 1964. Como já dissemos na apresentação do seminário sobre os Fundamentos da Clínica em 2020, não há clínica sem ética.             

        Permaneceremos em 2022, a partir deste escrito, examinando estas questões e trabalhando esta relação.

 

Início: 03/02/2022

Horário: 20h às 21h30

Frequência: semanalmente às quintas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$ 100,00

Coordenação: Luiz Renato M. Braga

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

LEITURA DO SEMINÁRIO XI - LACAN

 

        O estudo do Seminário XI - segue o percurso elaborado por Lacan, deixando claro em suas palavras proferidas no início da lição XX, seu objetivo:               

        "O que nos pode tornar certos de nossa praxis é aquilo de que acredito lhes haver dado aqui os conceitos de base, sob as quatro rubricas do inconsciente, da repetição, da transferência e da pulsão - dos quais vocês viram que fui levado a incluir o esboço no interior de minha exploração da transferência."                 

        Concluímos, em função , que todo este seminário está pautado em como os conceitos fundamentais operam no processo transferencial.

 

Início: 04/02/2022

Horário: 09h30 às 11h30

Frequência: semanalmente às sextas-feiras

Inscrição: R$80,00

Mensalidades:

Profissionais: R$130,00

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00

Coordenação: Claudia Dadalt e Rozana Mazetto

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

FÁBRICA DE CASOS PURA CANCINA

 

      A Fábrica de casos adquire em 2022 a condição de Dispositivo Clínico da BFC. Reitera o seu modo de abordagem por considerar que a experiência mesma se constitui a partir de uma operação de formalização.                                           

       Assim trabalharemos sobre o texto que a clínica de um psicanalista nos oferece. Algumas vezes nos serviremos de textos literários ao estilo de Freud com sua extraordinária leitura das Memórias do Presidente Schreber ou Lacan especialmente com o Finnegans Wake de Joyce. Nos autorizamos em 2021 em algo similar a partir do livro “Um Pai, puzzle” de Sibylle Lacan, e esse percurso rendeu interessantes formalizações apresentadas por participantes na jornada de 2021.                                                        A Fábrica escolhe não abordar casos clínicos dos participantes, recomendando a prática da Supervisão ou Análise de Controle para preservar a singularidade e privacidade na valorização das transferências que cada um pode escolher, além de resguardar a escuta do analista.                             

        Retomaremos em fevereiro com um caso clínico oferecido pelo psicanalista e psiquiatra Mario Eduardo Costa Pereira. Será uma ótima oportunidade para tentar formalizar uma via que conduza do Sintoma ao Sinthoma. Começaremos com Lacan em 1958, através de seu texto A Direção da Cura (tratamento) e os princípios de seu poder, para arribar com outros textos as Conferências nas Universidades norte-americanas sobre o sintoma em 1975. Modelos, esquemas, grafos, estruturas e   topologias serão revisadas culminando também a uma visita ao nó borromeano. Aqui recomendamos o grupo RSI por ser mais específico. Porque no dizer de Lacan: A topologia representa a própria estrutura, não sendo teoria nem metáfora.            

         Ou seja, com força e coragem vamos juntos nesta viagem extraordinária. 

 

Início: 04/02/2022

Horário: 14h às 16h 

Frequência: semanalmente às sextas-feiras 

Inscrição: R$80,00 

Mensalidades: 

Profissionais: R$130,00 

Estudantes de graduação e membros da BFC: R$100,00 

Interessados agendar entrevista  

Coordenação: Maria Angélica Carreras e Paula Salomão Brock

*10% de desconto para pagamento até o primeiro dia útil do mês.

PSICANÁLISE EM EXTENSÃO

PSICANÁLISE, CULTURA CINEMA

No ano de 2022 retomaremos a atividade de Psicanálise e Cultura.

Oportunamente divulgaremos as datas.

Coordenação: Cátia Toledo, Maria Angélica Carreras, Raphael Laport e Suzana Mallard

ABERTURA DO ANO DE 2022 - 12/02/2022      

 

A apresentação inicial será realizada pela presidente da BFC. Em sequência a esta fala, os coordenadores dos grupos apresentarão suas propostas de trabalho para 2022.  

Este evento será gratuito e ocorrerá através da plataforma Zoom.     

 

Inscrições através do nosso whatsapp: 41-33426238

BFC E SEUS CONVIDADOS

JORNADA DE TRABALHOS DA BFC